quinta-feira, 2 de julho de 2020





Parceria ente Univali, FMC e Instituto BoiMamão inicia programa de hortas comunitárias com roda de conversa online, amanhã.  

Nesta sexta-feira, 3 de julho, às 16 horas acontece uma roda de conversa sobre as oficinas que serão ministradas pela professora Yolanda Flores e Silva, intitulada "Cozinha cidadã: hortas dos afetos terapêuticos, aromáticos e culinários".
O projeto pretende implementar em Bombinhas hortas comunitárias por meio do programa de extensão do grupo de pesquisa SECS/Mestrado Profissional em Saúde e Gestão do Trabalho da Universidade do Vale do Itajaí – Univali, Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMC,  e Escola da Terra do Instituto BoiMamão.

Os interessados em participar desse projeto ou ampliar conhecimentos sobre o processo de elaboração de uma horta comunitária, basta acessar o link: o  https://us.bbcollab.com/gu…/3333b3341310469abc97dbb7f4de9d66 às 16 horas.  às 16 horas.


As hortas serão executadas em espaços cedidos pela FMC e pelo Museu Comunitário Engenho do Sertão.


segunda-feira, 29 de junho de 2020




Em virtude dos acontecimentos de racismo no Brasil e no mundo, a Fundação Municipal de Cultura vem a público manifestar-se sobre a importância da herança negra na identidade cultural local. O povo bombinense é uma mistura de diversas etnias, entre elas as de origem africana, haja vista que tivemos mão de obra escrava no município que contribuíram na formação da comunidade, e indígena, bem como europeus, sul-americanos, e de localidades brasileiras advindas do processo migratório, a partir do sec. XX, e antes disso em função de naufrágios.

Assim sendo, essa instituição repudia todo e qualquer ato de discriminação e preconceito, entende que a cultura é plural, portanto, diversificada, e reconhece que a identidade cultural local é resultado das manifestações, dos saberes e fazeres desses povos.

segunda-feira, 25 de maio de 2020



Pesquisa sobre os impactos da pandemia da Covid-19 ao setor cultural bombinense segue até dia 31 de maio.


A Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMC, comunica que a pesquisa sobre os impactos da Covid-19 ao setor cultural foi prorrogada até dia 31 de maio. O público-alvo são artistas, agentes, produtores e gestores culturais, que moram em Bombinhas. O cadastro cultural que é realizado por meio do mesmo link, continua à disposição para receber respostas permanentemente.
O formulário on-line está disponível no link: https://forms.gle/8A8EDaggAxPScY9Q8.


quarta-feira, 13 de maio de 2020



FMC disponibiliza vídeos sobre saberes tradicionais para a comunidade aproveitar o momento de isolamento social.

O fim da primeira semana de maio chegou com a novidade de uma série em vídeos da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMC, com o objetivo de levar à comunidade o conhecimento e entretenimento dos saberes tradicionais, muitos, inclusive, com viés de formação.

Os mini documentários do “Projeto Vô Sabe, Vô Ensina” são realizados através do Programa Municipal de Salvaguarda do Patrimônio Cultural e disponibilizados às sextas-feiras, às 17 horas, no canal do YouTube da FMC @culturabombinhas. O primeiro sobre sabão caseiro, foi publicizado no dia 8 de maio, e aborda o modo de fazer, a importância do reaproveitamento do óleo de cozinha, normalmente e erroneamente descartado no meio ambiente, a reação química do processo e seu uso nos tempos antigos.

O elenco traz a empresária Lúcia Baretta, representando os detentores desses saberes na comunidade, que ensina o passo a passo do feitio, e as participações especias de dona Nina – Germínia Gonçalves da Silva, do professor de química Rogério Morelatto e da bióloga Aline Dias da Silva, que falam sobre o processo e uso do sabão caseiro.

As gravações foram feitas na casa da Lúcia, os sabões embalados na FMC e entregues para a Secretaria de Assistência Social colocar nas cestas básicas doadas para as famílias carentes. A Fundação de Cultura comunica que está recebendo óleo usado para dar continuidade do feitio do sabão para doação. Informações (47) 3264-7478 (telefone e whatsapp).

O próximo documentário é sobre a reforma da canoa de um pau só Ilha Bela, doada em 2016 à FMC por dona Bá – Braulina Dorvalina Pinheiro, viúva de seu Veroni. O vídeo será disponibilizado nesta sexta-feira, 15 de maio.


Receita do sabão caseiro de óleo
Ingredientes:
5 litros de óleo
1 detergente (500 ml)
1 copo de sabão em pó (200 ml)
1 kg de soda cáustica
2 litros de água
A receita rende em média 50 barras de sabão.

quinta-feira, 7 de maio de 2020




FMC lança cadastro de agentes culturais e pesquisa sobre os impactos da pandemia da Covid-19 ao setor cultural em Bombinhas.


Na tarde desta quinta-feira, 7 de maio, a Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMCB, divulgou o lançamento do Cadastro Cultural, integrante do Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais – SMIIC, que objetiva reunir informações sobre o setor cultural e artístico, no intuito de fazer o levantamento de dados que produzirá os indicadores bombinenses.

Ainda, por meio do cadastro mostrará os principais aspectos da oferta e da demanda de bens e serviços culturais, de forma a contribuir para a promoção dos artistas locais, e facilitar o contato entre os contratantes de serviços culturais e profissionais. Juntamente ao cadastro, há um questionário específico para análise dos impactos causados pela crise da COVID-19 aos profissionais do setor.

O cadastro pode se acessado por meio do formulário on-line: https://forms.gle/8A8EDaggAxPScY9Q8 e ficará disponível de forma permanente, todavia, a pesquisa será finalizada no dia 17 de maio. O tempo médio de resposta é de dez minutos,

terça-feira, 5 de maio de 2020




Projeto Oficinas Culturais chega até os alunos por aulas em plataformas on-line.


As aulas do Projeto Oficinas Culturais da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas seguem normalmente pelos meios remotos desde o dia 18 de março, quando em virtude da pandemia da Covid-19 foi decretada a medida protetiva de não disseminação do Corona vírus, e todos precisam “ficar em casa”.

Os professores do projeto, num total de nove, em 24 oficinas e mais a Banda Filarmônica de Bombinhas que prepara integrantes em 16 instrumentos diferenciados, adaptaram seus planejamentos para que as aulas sejam realizadas pela plataforma remota que for mais acessível aos seus alunos, ficando a encargo do instrutor a escolha para que as aulas possam chegar aos 761 inscritos, porque embora sejam 546 alunos matriculados alguns fazem mais de uma oficina.  

O professor de bateria e percussão, Eri Cavalcante ministra suas aulas pelo Messenger, ele comenta que “os alunos mais antigos têm se adaptado bem, e os novos aos poucos vão interagindo melhor”. Júnia Katararina Bicca é aluna de percussão há três anos, e fala da importância da continuidade do aprendizado: “está sendo muito reconfortante, antes do distanciamento social estávamos estudando dois baques novos, de perguntas e respostas, e além de continuar com os exercícios, é muito bom ver os colegas por videoconferência. O professor também nos envia vídeo-partituras e áudio-partituras enriquecendo nosso repertório”.

Nos instrumentos de cordas são dois professores: Deivid Marques e João Galhardo. No caso dos alunos do professor Deivid as aulas de violão são ministradas por meio de grupos de turmas criados no whatsapp, em que disponibiliza o material em vídeos curtos com o passo a passo para facilitar o acesso e não deixar tão cansativo o estudo em casa, PDFs, e ainda três vezes por semana aulas ao vivo pelo grupo do Facebook, que ficam gravadas e o aluno pode assistir quando quiser.

Da mesma forma João Galhardo utiliza de grupos de turmas no whatsapp, e agregou o google class room para suas aulas de violão, guitarra, ukulelê e prática de choro, além de vídeos chamadas. “Foco no material de apreciação para ampliar o universo musical deles”, comenta o professor João.  

A aulas de dança chegam aos alunos por meio de vídeos-aulas e aulas ao vivo encabeçadas pelas três professoras Jessica Delgadinho, Cintiara Ribeiro e Carolina Calcaterra. Quando se trata de adultos a administração do tempo e a disciplina é natural, mas como a maioria dos alunos são crianças e algumas muito pequenas, os pais são fundamentais, pois, elas precisam de incentivo para fazer os exercícios.

Andreia Amaral conta sua experiência sobre essa questão, é mãe da Bruna de 13 anos, que é aluna da Banda, violino e prática de choro; da Ingrid de 7 anos que estuda violino e balé; e da pequena Hellen de 5 anos que é aluna de balé. Bruna está em seu quarto ano de aulas no projeto, as duas pequenas há três anos. Ela fala que precisou aprender a usar aplicativos: “mas valeu a pena pela interação que as aulas on-line propiciam e a felicidade das meninas estarem com os amigos e professores, para minha surpresa elas estão interagindo e prestando atenção com pouca interferência minha. Pra minha família as interações online ou material didático, fornecem além de aprendizado, uma fonte emocional interativa, reforçando a certeza de que daqui a pouco estaremos todos ao vivo e a cores", Andreia ainda ressalta que “os professores fornecem vídeos- aulas para os alunos que não podem acompanhar ao vivo ou como reforço”.

Ainda ministram aulas remotas no Projeto Oficinas Culturais: Dani Rocco (cerâmica, pintura em tela e teatro), Anna Lehm (canto coral) e Maestro Carlos Caetano (Banda Filarmônica de Bombinhas e violino). 


Fotos: Acervo Caroline Calcaterra.


segunda-feira, 27 de abril de 2020



Projeto Oficinas Culturais oferece por meio de seus profissionais, aulas abertas à comunidade pelas redes sociais.


A Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMC, juntamente aos profissionais que atuam no Projeto Oficinas Culturais, disponibiliza desde o dia 22 de abril, uma série de aulas abertas de artes à comunidade, por meio das redes sociais da instituição. O Projeto Oficinas Culturais segue normalmente pelos meios remotos, chegando aos alunos pela plataforma que o professor entender ser a melhor e mais prática para seus alunos, e aí cabe: vídeo-aulas, lives, grupos de facebook e whatsapp, encontros remotos ao vivo e atendimentos personalizados respeitando as normas em vigor.

Entretanto, sabendo-se que o momento atual a comunidade necessita de atividades para fazer em casa, a gestão e a coordenação do Projeto Oficinas Culturais e professores, decidiram gravar aulas que podem ser efetuadas em casa para iniciantes, e quem sabe despertar o desejo de integrar o projeto oficialmente.

A primeira aula foi realizada pela professora de canto Anna Lehm em 22 de abril, a no dia 24, foi com o Maestro Caetano que ofereceu o 1º volume de uma série de aulas sobre instrumento de sopro, e na quarta-feira 29 de abril é a vez da professora Cintiara Ribeiro, de dança contemporânea, que ministra a aula com foco em fortalecimento e preparação do corpo. E, assim, consecutivamente todos gravarão as aulas abertas para iniciantes.
Atuam no Projeto Oficinas Culturais além dos profissionais citados, os professores João Galhardo (violão, guitarra, ukulelê e prática de choro), Deivid Marques (violão), Eri Cavalcante (percussão e bateria), Jéssica Delgadinho e Caroline Calcaterra (balé) e Dani Rocco (cerâmica, pintura em tela e teatro).  

As aulas são disponibilizadas as quartas e sextas-feiras às 19 horas pelo Instagram, Facebook e Youtube no endereço @culturabombinhas.

sexta-feira, 24 de abril de 2020



Tradicional celebração de abertura da pesca da tainha será transmitida ao vivo pelo Facebook.


A 11ª edição de Abertura da Pesca Artesanal da Tainha acontece nesse domingo, 26 de abril, às 10 horas e será transmitida pela página do Facebook da Paróquia Bombinhas @paroquiabombinhassc. Realizada anualmente na Praia de Bombas, este ano em decorrência da pandemia da Covid-19 será executada na Igreja matriz, conduzida pelo pároco local, padre Silvano Oliveira, auxiliado por um pequeno grupo responsável pelos ritos litúrgicos.

O tradicional acontecimento marca o início da atividade da pesca artesanal da tainha e tem por objetivo agradecer o ano anterior e pedir a fartura para os cercos em 2020. A Comissão organizadora entendeu que a celebração deve ser realizada, todavia, seguindo as orientações de evitar aglomerações, e convida a comunidade em geral, em especial os pescadores, para participar deste momento de devoção e receber essa bênção tão importante para a atividade via internet.

A pesca da tainha inicia dia 1º de maio, segue as orientações da Portaria SES Nº 243 de 9 de abril de 2020, que traz as exigências para evitar a contaminação com o Corona vírus, e Instrução Normativa Nº 7, de 3 de abril de 2020 que determina o início de cada modalidade e cotas.

 As leis
É importante ressaltar que a “Pesca Artesanal da Tainha com Canoas de um Pau Só” de Bombinhas tem a proteção do Registro de Patrimônio Cultural Imaterial de Santa Catarina outorgado em 2019 pela Fundação Catarinense de Cultura – FCC, “Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural” do Estado de Santa Catarina, conforme Lei Nº 15922,/2012, e Municipal pela Lei 1285/2012. E, ainda, Lei Municipal Nº 1320/2013, normatiza a prática de esportes náuticos e navegação de embarcações de lazer e industrial. 

O quê: Missa de Abertura da Pesca Artesanal da Tainha
Quando: 26 de abril, domingo, às 10 horas.
Transmissão ao vivo pela página do Facebook @paroquiabombinhassc
Realização: Comunidade Pesqueira Bombinense e Paróquia de Nossa Sra. da Imaculada Conceição
Apoio: Prefeitura de Bombinhas e Fundação Municipal de Cultura

terça-feira, 14 de abril de 2020



Em momento de confinamento social FMC quer viralizar o fazer arte.


A Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas lançou nesta segunda-feira, 13 de abril, a campanha #culturalize, a ideia é viralizar a cultura, o fazer arte. Em casa, individualmente ou com algum familiar, cada pessoa deve fazer um vídeo no intuito de compartilhar saberes e experiências, disseminar coisas boas, e  mostrar que a cultura é ferramenta de enfrentamento para o atual momento de isolamento social.

Vale qualquer ação, ler um livro ou um trecho dele, recitar poesia, contar uma história, assistir um filme, cantar, tocar um instrumento, dançar, escrever, desenhar, pintar, e compartilhar nas redes sociais da seguinte forma: gravar um vídeo ou fazer uma foto da ação, usar a hashtag #culturalize, e marcar a FMC por meio do endereço @culturabombinhas, tanto no Instagram, quanto para o Facebook.

A campanha começou com a Semana Municipal do Livro Infantil, um acontecimento tradicional realizado todos os anos pela Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa e que este ano dá continuidade por meio eletrônico. Todos os dias um vídeo com o intuito de incentivar a leitura será publicado nas redes sociais da FMC.

segunda-feira, 13 de abril de 2020



Cultura bombinense divulga comunicado sobre o atendimento à comunidade.

A Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMCB, informa que, com base no Decreto Municipal 2596, de 08 de abril de 2020, está em regime especial de atendimento, em virtude das ações preventivas de combate a COVID-19:

• O atendimento da Fundação Municipal de Cultura acontece por meio virtual, via Whatsapp, e-mail e redes sociais, no horário das 8 às 18h00, caso seja necessário atendimento presencial poderá ser agendado para acontecer num dos espaços da Fundação Municipal de Cultura: Casa de Cultura Piana do Crivo, Casa de Cultura Dona Tila e Espaço Cultural Engenho do Miminho;

• A Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa, com base na recomendação da Coordenadoria Geral do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, não fará atendimento de empréstimos de livros, tendo em vista que estes podem tornar-se vetores de transmissão do vírus. No entanto, outros serviços de informação e promoção da leitura serão adotados de forma virtual. Caso seja necessário atendimento específico para pesquisas no acervo físico, o mesmo poderá ser agendado;

• As aulas do Projeto Oficinas Culturais continuarão a ser ministradas de forma virtual, conforme cronograma de cada turma, sob responsabilidade de cada instrutor;

• Estão suspensos todos os eventos fixados no calendário da Fundação Municipal de Cultura.

As medidas serão adotadas enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da COVID-19, voltando para o atendimento presencial no momento da revogação das medidas de isolamento social.

#
FiqueEmCasa
Whatsapp FMC: (47) 3264-7478
Redes sociais FMC: @culturabombinhas
e-mail: cultura@bombinhas.sc.gov.br
Redes sociais Biblioteca: @bibliotecacruzesousa
e-mail Biblioteca; biblioteca@bombinhas.sc.gov.br


sexta-feira, 27 de março de 2020




Artistas de Santa Catarina, alguns de Bombinhas, se unem para fazer o Festival de música on-line FIC AÍ, nesta sexta e sábado, 27 e 28 de março.



Músicos e artistas de várias regiões de Santa Catarina se unem para levar música autoral catarinense aos lares das pessoas, que estão em isolamento por conta da pandemia de Covid-19. Nesta primeira ação, 27 artistas já estão confirmados nos dois dias do Festival Ficaí, que ocorre nesta sexta-feira, 27 de março, e sábado, dia 28, das 16 às 23h00. 


Entre eles Ana Paula da Silva, Aline Vieira, Dentinho Arueira, Música Orgânica, Bruno Khol, Música Orgânica, Ricardo Pauletti e Vitor Soltau. O Festival de música on-line é gratuito e toda programação estará disponível no www.instagram.com/festivalficai






Os artistas da cena autoral de Santa Catarina irão se conectar ao vivo através de seus perfis do Instagram, para um pocket show de 30 minutos.

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira, 27 de março:

16h00 - Dentinho Arueira - @dentinhoarueira
16h30 - Bruno Kohl - @brunokohloficial 
17h00 - Música Orgânica - @musicaorganica
17h30 - Ricardo Pauletti - @ricardopaulettiviolao 
18h00 - Aline Vieira - @aline_lucia_vieira 
18h30 - Leo Maier - @leomaierblues 
19h00 - Malungo - @malungooficial
19h30 - Luiz Vicentini - @luizvicentini_
20h00 - Libélula Em Verso - @libelulaemverso
20h30 - Vitor Soltau - @vitorsoltau
21h00 - Mazin Silva - @mazinsilvaoficial
21h30 - Mari Monteiro - @marimonteirooficial
22h00 - Léo Vieira - @leovieira.folk

Sábado, 28 de março:

16h00 - Guilherme Franzói - @guifranzoi
16h30 - Jackson Carlos - @jacksoncarlosmusic
17h00 - Rodrigo Erbs - @rodrigoerbs
17h30 - John Mueller - @johnmuelleroficial
18h00 - Ana Paula da Silva - @anapauladasilvamusic
18h30 - Jesus Luhcas - @jesusluhcas
19h00 - Adri Benvenuti e Cezinha Silva - @adribenvenuti
19h30 - Lucio Mello - @lucius_quintos
20h00 - Pororoca - @bandapororoca
20h30 - Thezorden - @bandathezorden
21h00 - Duo Eu e Ela - @duo.eueela
21h30 - Da Lou - @dalouoficial
22h00 - Douglas Padial - @douglas.padial
22h30 - Capim - @capim_oficial





segunda-feira, 16 de março de 2020




26 embarcações participam de competição alusiva ao aniversário de Bombinhas.


No domingo, 15 de março foi realizado na Praia de Bombinhas, Centro, o 20º Festival de Embarcação a Remo e 15º Festival Estadual de Canoa a Remo de Bombinhas. Esta edição contou com a participação de 16 canoas de um pau só, sendo uma de Florianópolis: Santa Paulina da Praia da Lagoinha; uma de Garopa: Gislaine da comunidade de Siriú; e 14 canoas de Bombinhas: Nativa, Bela Vista, Afrodite, Samaritana III e Princesa da Ilha da Praia de Bombinhas; Sinara, Santa Paulina I, Faísca, A Padroeira, Nossa Sra. Aparecida, e Felicidade da Praia de Bombas; e Ídia, Tetéi e Pequena da Praia da Sepultura.

Na abertura do festival, foram assinadas as ordens de serviço da revitalização da Av. Vereador Manoel José dos Santos e do Saneamento Básico, a primeira na ordem R$ 4.616.939,61, e a segunda o projeto completo prevê o investimento de 85 milhões de reais, com a instalação de 157 quilômetros de tubulação e uma Estação de Tratamento de Esgoto – ETE.

Na competição de quatro remos empataram na primeira colocação as canoas Padroeira e Sinara, a primeira liderada pelo patrão Vavá, tendo por remeiros Cimá, Didico,Jerry e Maurino, e Zequinha como chumbereiro; a segunda, liderada pelo patrão kenko, e os remeiros Renan, Marcinho, Luiz Henrique e Edgilson. Em terceiro lugar ficou a Santa Paulina da Praia da Lagoinha de Florianópolis, com o patrão Domingos e os remeiros Marcelo, Bruno, Murilo e Moisés.

Nos dois remos masculino sagrou-se campeã a canoa Pequena, com o Toninho de patrão, os remeiros Neto e Gustavo, e de chumbereiro o pequeno Anthony. Em segundo lugar ficou a canoa Bela Vista, com o Marcinho de patrão e os remeiros Luiz Henrique e Renan; e a terceira colocada a canoa Nativa, com o patrão Gilmar e os remeiros Lucas e André. No feminino a canoa Pequena também foi campeã, com a patroa Aninha e as remeiras Isabela e Carol; a Princesa da Ilha ficou com a segunda colocação com a patroa Flor e as remeiras Sandra e Mirela; e a terceira colocação ficou com a canoa Bela Vista, com a Sueli de patroa e como remeiras as irmãs Renata e Soraia.

No caíco, Jessian e Davi sagraram campeões com a embarcação Danga, e Rodolfo e Rafinha com o caíco Anjo Rafael, ficaram na segunda colocação. No caiaque: Max Júnior em primeiro, Neto em segundo e David em terceiro lugar.

O Festival de Embarcação a Remo é uma realização da Prefeitura de Bombinhas, por meio da Fundação Municipal de Cultura, com o apoio das demais secretarias.




sexta-feira, 13 de março de 2020




Bombinhas comemora aniversário com tradicional corrida de Canoa de Um Pau Só.


No domingo, 15 de março, acontece o 20º Festival de Embarcação a Remo e 15º Festival Estadual de Canoa a Remo de Bombinhas, na Praia de Bombinhas, Centro, com acesso pela rua Piquira. O acontecimento integra a programação das comemorações do 28º aniversário do município.

A partir das 9h00, a praia ganha um colorido diferenciado com a concentração das embarcações, e a competição inicia às 10 horas nas categorias: dois remos feminina, dois remos masculina, quatro remos masculina, caico, caiaque infantil e adulto.
As estrelas da disputa são as Canoas de um Pau Só, que somadas as funções dos pescadores, apetrechos e camaradagem, são os personagens principais da pesca artesanal da tainha, característica fundamental na identidade cultural local, e de boa parte do litoral catarinense. O acontecimento também recebe canoas de outras cidades, principalmente Florianópolis e Garopaba, que travam uma saudável e empolgante batalha pelas primeiras colocações com as equipes bombinenses.

Para este ano a Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas, organizadora do evento, espera superar os números de participantes dos anos anteriores. Para tanto, se empenha na entrega de convites a pescadores de Imbituba a Balneário Camboriú. Caso alguma cidade, rancho de pesca ou pescador tenha interesse em participar, basta entrar cm contato com a FMC pelo telefone (47) 3264-7478, ou pelo e-mail cultura@bombinhas.sc.gov.br


O quê: 20º Festival de Embarcação a Remo e 15º Festival Estadual de Canoa a Remo de Bombinhas
9h00 Concentração das embarcações
10h00 Início das competições
Quando: 15 de março, domingo
Onde: Praia de Bombinhas, com acesso pela rua Piquira, Centro
Entrada e classificação: Livres
Informações: Sede administrativa da FMC (47) 3264-7478
Realização: Prefeitura de Bombinhas, por meio da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas