sexta-feira, 31 de julho de 2015


Conselho de Gestores Municipais do estado se reúne em Bombinhas para debates e deliberações com representação dos 21 municípios presentes.

Nesta quinta-feira, 30 de julho, o município de Bombinhas sediou a reunião itinerante do Conselho de Gestores Municipais de Cultura de Santa Catarina – Congesc, formado por 21 regiões, que contou com a representação de 30 de gestores culturais. O encontro é o primeiro pós V Fórum de Gestores Municipais de Cultura de Santa Catarina, realizado em Urussanga no mês de abril, e trouxe na pauta justamente as discussões acerca do acontecimento, além de esclarecimentos sobre o Sistema Nacional de Cultura e Fundos Municipais de Cultura e a preparação do VI Fórum, que será realizado em Chapecó.

Ainda pela manhã, a prefeita Ana Paula da Silva, a Paulinha, esteve na reunião, agradeceu a presença de todos e destacou seu olhar carinhoso pela cultura, já que ela própria, é de berço artístico. Falou sobre as conquistas bombinenses no segmento, que no seu entendimento são resultados da persistência e que competência da presidente da Fundação de Cultura de Bombinhas, Nívea Maria da Silva Bücker. “É preciso ser desbravador para conseguir sucesso e muito planejamento dentro da realidade de cada município”, ainda ressaltou que a estrutura da cultura está nas mãos de seus gestores e a administração, quando tem entendimento do processo, abraça e concretiza. “O que transforma a possibilidade de uma pessoa de aprovar um governo é a sensação do intangível, de alegria”, enfatiza Paulinha.

A anfitriã, Nívea Maria, ressaltou a importância do Congesc no estado de Santa Catarina e o intercâmbio de experiências e conhecimentos. “O Congesc trabalha há bastante tempo para fortalecer a gestão pública e Bombinhas receber esta reunião nos gratifica muito, porque com certeza, também, fortalece as nossas ações municipais”, destaca a presidente da Fundação de Cultura de Bombinhas e vice-presidente do Colegiado de Cultura da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí – Amfri.

Atualmente o Congesc tem uma cadeira no Conselho Estadual de Cultura e a presidente de ambos Conselhos é a secretária de Cultura de Chapecó, Roselaine Vinhas. A presidente ressalta o papel do Conselho enquanto aconselhamento, articulador e representação da sociedade. “A sociedade tem o Conselho como seu representante e o governo o aconselhamento, que propõem e ajuda a monitorar interesses da comunidade perante as políticas”, ainda acentua que estas recomendações são frutos de muitos estudos, discussões e amadurecimento ao longo do tempo. “Um Conselho é respeitado a partir do momento que for diplomata e com muito diálogo”, salienta Roselaine.

A secretária-executiva do Congesc e assessora de Turismo e Cultura da Federação Catarinense de Municípios – Fecam, Raquel Pedroso Rodrigues, explicou tratar-se de uma reunião estratégica para fortalecer os colegiados regionais, tanto os mais articulados como o da Amfri, quanto os que estão se desenvolvendo agora. “É o momento de discutir as diretrizes do Conselho até o final do ano, deliberar sobre as ações políticas e traçar estratégias para facilitar o desenvolvimento da cultura nos municípios”, frisa Raquel.

Após o intervalo do almoço os conselheiros foram recepcionados com a cantoria e brincadeira do grupo de Boi de Mamão, da FMCB, Eira meu Boi, que animou a todos para a tarde produtiva de trabalhos que tiveram.

O Congesc se reúne novamente no dia 10 de novembro na cidade de Curitibanos e o VI Fórum de Gestores Municipais de Cultura acontece em Chapecó, entre os dias 28 e 30 de março de 2016.