segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Foto: Raul Ricardo Reinhardt Filho



Em manhã história, prefeita Paulinha, recebe os contemplados do Fundo Municipal de Cultura em solenidade emocionante.

No final da manhã desta segunda-feira, dia 30 de novembro, os contemplados da primeira edição do Fundo Municipal de Cultura de Bombinhas assinaram o termo de execução do projeto com a Prefeitura de Bombinhas, através da Fundação Municipal de Cultura. Em 2015 foram disponibilizados R$ 100.000,00, divididos em cotas de R$ 20.000,00, R$ 10.000,00 e R$ 5.000,00 para apoio a projetos culturais. Foram inscritos 17 projetos ao todo, sendo selecionados 7 projetos que receberão os recursos.

Os projetos selecionados têm 12 meses para execução, o que torna Bombinhas palco de diversas manifestações culturais no de 2016. Os projetos contemplados são: “Show Minha Tribo” (circuitos de show), de Cristina Puccini da Silva; Grupo Terno de Reis Estrela do Oriente do Morrinhos – 23 anos de história e tradição em Bombinhas (gravação de DVD) de Josimar Josias Conceição; “Histórias de Pescadores” (livro ilustrado) de Marília Dias; “Causos de Antão” (caderno com versos do Mestre Antão), da Associação Cultura Zé Amândio; “A Olho Nu” (gravação de CD), de Deivid Alan Rosa; “Farpas de Palmeira” (montagem e circulação de espetáculo), de Marcos Aurino Pinheiro; e “A roda, a eira e o tempo: um retrato de Bombinhas através do olhar de seus moradores” (livro que conta a história de Bombinhas), de Márcia Cristina Ferreira.

Na breve solenidade, a prefeita Ana Paula da Silva, a Paulinha, visivelmente emocionada, falou da importância da formulação de mais esta política pública cultural para o município. “Hoje aqui fazemos história, vocês são os primeiros contemplados deste Fundo, percebem o grau de importância que estes projetos têm para nossa história? Um recurso que precisa ser tratado com essa mesma deferência histórica por vocês proponentes”, ainda solicitou que o cuidado da prestação de contas tenha um olhar atencioso e carinhoso por parte de cada um.
O vice-prefeito Paulo Henrique Dalago Müller, o Paulinho, ressaltou que infraestrutura e cultura andam paralelamente em Bombinhas. “Construímos uma cidade melhor ao longo do nosso governo, muitas obras, melhorias que fazem a diferença na vida da população e dos visitantes. Mas o mais importante é a nossa comunidade. A cultura, os fazeres e saberes, recebem mais este olhar diferenciado em nossa gestão”, destaca Paulinho.

A presidente da Fundação de Cultura, Nívea Maria da Silva Bücker, salientou que a idealização deste dia iniciou quando Bombinhas aderiu ao Sistema Nacional de Cultura, e juntamente a elaboração do Plano Municipal de Cultura, uma das ferramentas para a adesão constava a implementação do Fundo Municipal de Cultura. Ao relatar esta questão a prefeita, imediatamente ouviu a sinalização positiva e os trâmites prosseguiram até chegar a este 30 de novembro, data histórica para a Cultura Bombinense. “Eu peço que vocês tenham o discernimento de que este Fundo, implementado através de lei, é uma política pública cultural muito forte e importante para a cidade. Temos tão pouco tempo de existência, mas Bombinhas já se destaca no fomento, incentivo e divulgação das diversas manifestações artísticas”, ressalta Nívea.

A Fundação Municipal de Cultura comunica aos proponentes do Fundo Municipal de Cultura de Bombinhas de 2015 que não foram selecionados nesta primeira edição, que os projetos estão disponíveis para serem retirados na sede administrativa da FMC, localizada a Rua Parati, 319, Centro, das 12 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.