terça-feira, 19 de abril de 2016



O Instituto Camugerê, em fase de formalização, traz a Bombinhas sua primeira oficina de ritmos tradicionais de matriz africana “Penca de Batuque Preto”,no próximo domingo, 24 de abril, às 19h30, no Mariscal.
O músico ritmista e percussionista, professor de capoeira angola, palestrante na área de cultura afrobrasileira, Roosevelt Ofarindê Barbosa, compartilha seus saberes com os interessados nesta arte secular. Rossevelt, ainda, é educador social e sacerdote da comunidade Unzo Angorô D'unzambi, onde desde os seis anos convive com os toques e cantos ancestrais.
A oficina acontece na Rua Molavina, 11, no bairro Mariscal (em frente à Pousada Beija Flor). As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas pelo whatshap (47) 96951096, ao custo de R$ 60,00.

Instituto Camugerê
Em fase de formalização no município de Bombinhas, já alimenta algumas ações. Reúne um grupo de artistas, músicos, profissionais, pesquisadores e amantes das diversas áreas que englobam a cultura popular afrobrasileira.
Nasceu da necessidade de amparar artistas que trabalham na difusão, democratização cultural e desmistificação de costumes, no intuito de preparar novos gestores e arte-educadores. Entre as ferramentas utilizadas encontram-se a capoeira angola e manifestações que utilizam o canto popular e ritmos afrobrasileiros. A busca é alcançar através destas expressões a subjetividade humana e a responsabilidade social.
Sua diretoria está por definir-se neste processo de formalização, mas alguns integrantes realizam trabalhos voluntários em Bombinhas. Informações com Marcos Aurino Pinheiro (47) 9695-1096.

O que: Oficina de ritmos tradicionais de matriz africana “Penca de Batuque Preto”
Palestrante: Roosevelt Ofarindê Barbosa
Quando: 24 de abril, domingo, às 19h30
Onde: Rua Molavina, 111, (em frente à Pousada Beija Flor), Mariscal.
Inscrições: (47) 96951096 whatshap
Custo R$ 60,00

Vagas limitadas