quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Foto Joi Cletison.

23ª Festa da Cultura Açoriana de Santa Catarina apresenta danças folclóricas, música, artesanato, religiosidade e gastronomia na cidade de Itajaí.

De 11 à 13 de novembro, acontece em Itajaí, o 23º Açor, a maior Festa da Cultura Açoriana do Brasil, com direito a uma mostra do que há de mais autêntico da cultura açoriana no folclore, artesanato, gastronomia e religiosidade, no Centroeventos junto à Marejada, com entrada franca.
O 23º Açor é uma promoção da Prefeitura de Itajaí, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina – Ufsc, com apoio do Governo dos Açores. A Festa da Cultura Açoriana de Santa Catarina acontece a cada ano em uma cidade diferente do litoral catarinense, conforme escolha realizada pelo Conselho Deliberativo do Núcleo de Estudos Açorianos – Nea, Ufsc, organizador do evento.
Neste ano o troféu açorianidade, homenagem feita anualmente a pessoas e instituições que se destacaram na pesquisa, divulgação, valorização e fomento da cultura de base açoriana, será realizada durante a abertura na sexta-feira. São 10 troféus com os nomes em alusão às nove ilhas do Arquipélago dos Açores, sendo o 10º, ilha de Santa Catarina, conhecida carinhosamente como a décima ilha, e, ainda, será entregue troféu 23º Açor, a Itajaí cidade-sede da festa açoriana.
Foto Joi Cletison.
Em 2016, Bombinhas recebe o seu nono troféu, sendo agraciado com o troféu Ilha da Graciosa (Pesquisador) Luiz Antonio Patrício, pelo trabalho realizado desde 2007 nas pesquisas dos bailes e músicas que o grupo folclórico Mixtura apresenta. Luiz Antonio, também, integra a equipe da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas na função de diretor. Os homenageados são indicados e aprovados, por votação, pelo Conselho Deliberativo do Nea, que conta com a participação de 65 instituições (prefeituras, universidades, fundações e associações culturais) com sede no litoral de Santa Catarina que têm a preocupação de preservar os traços da cultura açoriana.
Durante os três dias do festejo serão mais de 40 apresentações folclóricas, área de exposição com 30 estandes culturais, com produções de peças ao vivo realizada pelos artesãos. No sábado, dia 12, acontece o desfile etnográfico dos grupos folclóricos que participam do 23º Açor, na Hercílio Luz, Centro, a partir das 10 horas, com início em frente ao Museu Histórico.
No domingo, às 9:30 horas, na Igreja Matriz, acontece missa com o Encontro das Bandeiras e Foliões do Divino Espírito Santo, com cantorias (folias) e 15 bandeiras do Divino Espírito Santo de vários municípios. As apresentações folclóricas iniciam às 12 horas do sábado e do domingo no pavilhão do evento (Parque da Marejada).
A comitiva bombinense é formada pela Fundação Municipal de Cultura, Grupo Folclórico Mixtura, Instituto BoiMamão, Associação Cultural Zé Amândio, Grupo de Boi de Mamão Eira meu Boi, Grupo de Dança Açoriana Roda de Eira e Comitiva do Divino Espírito Santo da Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes.

Agraciados ao Troféu Açorianidade 2016

Troféu Ilha Terceira (Grupo Folclórico)
Grupo Mirim Boi Malhado – São João do Itaperiú
Troféu Ilha de São Jorge (Personalidade)
Carin Heloisa Hahn da Silva Machado – Florianópolis
Troféu Ilha do Pico (Mestre dos Saberes e Fazeres)
Silvio Valmor Vieira– Itapema
Troféu Ilha do Faial (Administração Municipal)
Prefeitura de São José
Troféu Ilha da Graciosa (Pesquisador)
Luiz Antônio Patrício – Bombinhas
Troféu Ilha das Flores (Artista Plástico)
Márcia Rosane Conceição – Itajaí
Troféu Ilha de São Miguel (Instituição Ensino Superior ou Cultural)
Casa da Cultura Açoriana – Palhoça
Troféu Ilha do Corvo (Artesão)
Marcionei Fernandes – Sombrio
Troféu Ilha de Santa Maria (Veículo Comunicação)
Grupo Correio do Sul / Rádio – Sombrio
Troféu Ilha de Santa Catarina (Escola de Ensino Fundamental/Médio)
Escola Maria Gasino Borba – São João do Itaperiú
Troféu Açorianidade 2015
23º Açor Festa da Cultura Açoriana de Santa Catarina
Prefeitura Municipal de Itajaí