sexta-feira, 7 de julho de 2017



Debate cultural e eleição de Conselheiros da sociedade civil marcam o 4º Fórum Municipal de Cultura de Bombinhas.

Aconteceu nesta quinta-feira, 6 de junho, o 4º Fórum Municipal de Cultura de Bombinhas, realizado pela Fundação de Cultura. O encontro reuniu os atores culturais bombinenses, autoridades e comunidade em geral. Na solenidade de abertura, além da presidente da FMC, Nívea Maria da Silva Bücker e da presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais – ComCultura, Miriam Vaccarelli, contou com a presença dos vereadores Márcia Pinheiro, Carlos Eduardo de Campos, José Antônio Olímpia, do presidente da Câmara Alan de Souza, e da Conselheira Nacional de Cultura Bia Mattar.

Foi um dia produtivo, e, também, emocionante, com as apresentações do Coral Infantojuvenil “Encanto”, sob coordenação e regência da professora Anna Lehm e do Coral de Libras “Mãos que cantam”, sob coordenação e regência da professora Sabrina Cruz Rodrigues, ambos frutos do Projeto Oficinas Culturais.

E o conhecimento reinou absoluto durante todo o dia e transbordou nas taças de cada um que se fez presente. Eugênio Lacerda, doutor em antropologia, e Conselheiro Estadual de Cultura, e Bia Mattar, conselheira Nacional de Cultura, explicaram a importância do Conselho e o porquê da participação da sociedade civil. Vanderlei Lazzarotti apresentou o Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais – SNIIC e arquiteta e diretora de Patrimônio Cultural da FCC, Vanessa Maria Pereira, juntamente ao historiador Rodrigo Rosa, falaram sobre Patrimônio Cultural. “Vocês artistas têm que trazer sua voz para o conselho, porque quando não estão alguém falará por vocês. É trabalhoso sim, mas quando dividimos o fardo fica mais leve, é um trabalho voluntário de muita luta, mas não é de sofrimento”, destaca Bia Mattar.

Ao final, Nívea conduziu o processo eleitoral dos representantes da sociedade civil para o Conselho de Cultura, que teve a participação de 10 candidatos, sendo que o suplente de Música, Artesanato, Cultura popular e tradicional e Patrimônio, bem como o titular e suplente de Artes Visuais serão indicados pela Fundação Municipal de Cultura, com a aprovação do Conselho, pois não houve candidatos no pleito. A conselheira suplente Daniela Rocco fala de suas expectativas na nova empreitada: “abraçar a cultura, educação, a arte é tarefa de coragem, acredito que ajudamos a construir nossa história, expressar um pouco daquilo que vibra na nossa alma”.
Os conselheiros serão nomeados oficialmente por decreto assinado pela prefeita Ana Paula da Silva.

Conselho Municipal de Políticas Culturais – ComCultura 2017/2019
Conselheiros representantes da sociedade civil:
Artes cênicas: titular Marília Dias e suplente Daniela Rocco
Música: titular Vinícios Reinaldo de Melo
Literatura: titular Márcia Cristina Ferreira e suplente Luciano Teixeira
Audiovisual e cultura digital: titular Camila Armela e suplente Gilberto Correa da Cunha
Artesanato: titular Carine Laranjeira de Jesus
Cultura popular e tradicional: titular Jonatan Bardini dos Anjos
Patrimônio: titular Rosane Luchtenberg

Conselheiros representantes do governo:
Fundação Municipal de Cultura: titular Nívea Maria da Silva Bücker e suplente Patrícia Vilma Pinheiro da Silva
Secretaria de Educação: titular Silvana Maria Matias Leoni e suplente Aracelli Robine
Secretaria de Assistência Social: titular Luana Morales Victorero e suplente Cláusio Alci da Silva

Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico: titular Alan Manoel da Silva e suplente Marcio Bernhardt.