quarta-feira, 1 de novembro de 2017


Nea reconhece 11 personalidades e instituições com o Troféu Açorianidade.

Foi realizada na noite desta terça-feira, 31 de outubro, a solenidade de entrega do Troféu Açorianidade 2017, no Clube 7 de Setembro, na cidade de Palhoça. A cerimônia, irretocável e emocionante, contou com diversas autoridades da região e agentes, produtores, gestores, artistas e amantes da cultura popular. O acontecimento além de premiar e reconhecer grupos, instituições, artistas e personalidades que realizam trabalhos de extrema relevância em prol da cultura, também marca o lançamento da 24ª Festa da Cultura Açoriana de Santa Catarina que neste ano será realizada, de 10 a 11 de novembro, na Enseada de Brito, em Palhoça.

E Bombinhas foi contemplada com mais dois troféus: Mestra Salete Maria Pinheiro Pereira, que recebeu o Troféu Ilha do Pico, que premia a categoria Mestre do Saber e Fazer, e o Jornal Boletim Informativo de Bombinhas, com o Troféu Ilha de Santa Maria, que premia Veículo de Comunicação. E com mais esses dois, Bombinhas soma 11 agraciados na península. Emocionados tanto a Mestra Salete, quanto José Augusto Martini Boeckmann, conhecido por todos como Guto, proprietário do jornal, agradeceram o Conselho Deliberativo do Núcleo de Estudos Açorianos – Nea da Ufsc, pelo reconhecimento. “É sem dúvida uma honra, alegria que recebemos esse troféu e muita gratidão pelo reconhecimento. Mas como representantes de um veículo de comunicação, a gente transmite o que a nossa equipe constrói, nossos colaboradores que realizam esse grande saber. Agradeço a colunista cultural Marcinha, que assina a coluna homônima, que propiciou esta condecoração, e a Nívea Maria da Silva Bücker, presidente da Fundação de Cultura de Bombinhas, pela indicação”, comenta Guto.

O coordenador do Nea, professor e historiador Francisco do Vale Pereira, o Chico, enfatiza que o Troféu Açorianidade “é um reconhecimento sério, disputado e para o Núcleo de Estudos Açorianos é muito bom saber que está espalhado por todo o estado de Santa Catarina, entregue àqueles que trabalham a cultura popular”. Já o prefeito Camilo Martins e o vice-prefeito Amaro Júnior, de Palhoça, ressaltam a parceria construída para realização do festejo e a satisfação em sediá-lo: “A comunidade da Enseda de Brito espera com muita expectativa pelo Açor. Nós somos uma terra da cultura açoriana, e a Enseda foi onde esses colonizados primeiro chegaram em nossa cidade, estamos muito felizes em sediar esta festa”, destaca o prefeito.

O 24º Açor é uma realização da Prefeitura de Palhoça, através da Fundação Municipal de Esporte e Cultura, e da Universidade Federal de Santa Catarina, por meio do Núcleo de Estudos Açorianos – Nea.

Contemplados do Troféu Açorianidade 2017:

Troféu Ilha Terceira (Grupo Folclórico)
Grupo Melhor Idade de Sombrio

Troféu Ilha de São Jorge (Personalidade)
Antônio Manuel Pereira (Pereirinha), de Palhoça

Troféu Ilha do Pico (Mestre dos Saberes e Fazeres)
Dona Salete Maria Pinheiro Pereira, de Bombinhas

Troféu Ilha do Faial (Administração Municipal)
Prefeitura Municipal de Passo de Torres

Troféu Ilha da Graciosa (Pesquisador)
Nabor João Teixeira, de Içara

Troféu Ilha das Flores (Artista Plástico)
Vanessa Correria, de Itapema

Troféu Ilha de São Miguel (Instituição Ensino Superior ou Cultural)
Escola de Oleiro Joaquim Antônio Medeiros, de São José

Troféu Ilha do Corvo (Artesão)
Maria da Glória Soares (Glorinha – rendeira), de Florianópolis

Troféu Ilha de Santa Maria (Veículo Comunicação)
Jornal Boletim de Bombinhas

Troféu Ilha de Santa Catarina (Escola de Ensino Fundamental/Médio)
Escola de Ensino Fundamental Professor Darcy Ribeiro, de Balneário Gaivota

Troféu Especial
Museólogo e historiador Gelci (Peninha) Coelho

Troféu 24º Açor (cidade-sede)

Prefeitura Municipal de Palhoça