quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Marcinha Ferreira

Contagem regressiva para a comunidade bombinense receber seis projetos artísticos patrocinados com o Fundo de Cultura 2017.


Na tarde desta terça-feira, 23 de janeiro, os contemplados do Fundo Municipal de Cultura de 2017 foram recebidos no gabinete da prefeita Ana Paula da Silva, juntamente ao vice-prefeito Paulo Henrique Dalago Müller e a presidente da Fundação Municipal de Cultura Nívea Maria da Silva Bücker, para assinatura dos Termos de repasse do Fundo Municipal de Cultura de 2017. Os projetos agraciados são: “1º Festirua – Festival de Teatro e Títeres de Rua” de Sandra Regina Baron, “Bombinhas – Cadernos de Histórias” de Rosane Luchtenberg, “Os sons na Praça – A comunidade de Bombinhas e a música autoral no espaço público” de Cristina Puccini da Silva, “Chorinho Brasileiro para alunos da rede municipal de ensino” de Alfredo Coelho Júnior, “Laços e laçadas – Artesanato e afeto na EBM Dilma Mafra” de Vera Lúcia da Silva, e “Bombinhas na minha lembrança – quero ver meu boi brincar” do Instituto BoiMamão.


Num total de 100 mil reais o Fundo Municipal de Cultura de 2017 distribuiu, através de edital de seleção, uma cota de 30 mil reais, uma de 20 mil, e quatro de 10 mil reais. 

Marcinha Ferreira
Alfredo Coelho Júnior foi contemplado na cota de 10 mil reais e seu projeto pretende alargar o conhecimento, e quem sabe despertar novos adeptos, para o estilo musical chorinho. “Minha expectativa é trazer o choro música instrumental brasileira para as crianças, como Villa Lobos, trazer o som das árvores, o som do mar, o som dos pássaros, sem palavras, só sentimento.”, ressalta o músico. Já Verinha, como é conhecida a proponente Vera Lúcia da Silva, quer levar as senhoras arteiras, esposas de pescadores, e seus saberes para interagir com as crianças da escola Dona Dilma Mafra, no Centro. “Eu me sinto muito realizada com esse projeto, pois pra mim é um objetivo estar próxima à comunidade bombinense. Espero que o projeto frutifique, sendo a escola um ponto de encontro entre diversas gerações, para troca de saberes importantes para nós”, ressalta Verinha.

Com a abertura do ano letivo alguns projetos iniciam seu desenvolvimento. A presidente da FMC, Nívea Maria, antecipou uma excelente notícia aos artistas, agentes e produtores culturais bombinenses, em 2018 o Fundo Municipal de Cultura terá um acréscimo de 20%.

Marcinha Ferreira