terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Foto Jackson Castro

Abertura do Ano Literário da ALBSC tem a participação dos escritores bombinenes.


Na noite do último sábado, 17 de fevereiro, foi realizado a Abertura do Ano Literário da Academia de Letras de Santa Catarina, na seccional de Imbituba, com a entrega da medalha jornalista e escritor Fernando Carvalho. Ainda, durante a solenidade encabeçada pelo presidente da ALBSC Miguel João Simão, e organizada pelo presidente da seccional de Imbituba Ronaldo Augusto Pires, foi realizado o lançamento do livro “Pérolas da ALBSC”, uma antologia que reuniu 32 escritores distribuídos por todo Estado, inclusive com a participação de Bombinhas.

Foto Luciano Teixeira
A seccional de Bombinhas, Mestre Atílio Antão se fez presente com os acadêmicos Patrícia Vilma Pinheiro da Silva, Luciano Teixeira, Márcia Sena e a presidente Marcinha – Márcia Cristina Ferreira, que também é a presidente da Microrregional de Itajaí. E muito mais que prestigiar o grandioso acontecimento de abertura dos eventos literários da instituição, receberam, ao final, a chave de fechamento do ano, pois, a Academia Bombinense sediará o “Encerramento do Ano Literário”, a ser realizado no 1º de dezembro.

Atualmente a ALBSC está em 93 cidades e agrega mais de 1000 escritores, e no decorrer deste ano de 2018 já tem sete novas adesões programadas, fortalecendo ainda mais a confraria, segundo o presidente da instituição professor Miguel, que também aponta, a presença de mais de 30 cidades na Abertura do Ano Literário. “Um evento como esse sentimos o calor humano dos confrades e confreiras, fazendo mais um grande acontecimento da nossa instituição. E pra fazer cultura, história literária neste país, não precisa de recurso público e avançar na Lei Rouanet, tão difícil de ser alcançada. Nós fazemos com garra e muita vontade mesmo com os parcos recursos da seccional que organiza. Nós cumprimos muito bem nosso papel!”, ressalta o presidente da ALBSC.


A escritora e jornalista Marcinha, presidente da seccional Bombinhas Mestre Atílio Antão, destaca que sediar um evento desta monta é de grande importância para fortalecer a Academia Bombinense: “estamos debutando enquanto instituição, em agosto completamos um ano de existência, e em tão pouco tempo já sediarmos um acontecimento tão importante quanto o Encerramento Literário da ALBSC é um privilégio pra nossa cidade, pra nossa Academia, pra nossa gente e para todos os representantes da nossa literatura”, enfatiza a escritora Marcinha. 

Foto Luciano Teixeira