segunda-feira, 23 de julho de 2018




 Casa de Cultura Piana do Crivo é cenário de desfile de talentos locais e convidados.


Aconteceu no último sábado, 21 de julho, a 3ª edição do Sarau da Casa de Cultura, realizado pelos professores e alunos do Projeto Oficinas Culturais, da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas – FMC, aberto a participação da comunidade em geral. A abertura contou a presença da professora Anna Lehm, representando o grupo de 12 profissionais que atuam no projeto, e a presidente da FMC, Nívea Maria da Silva Bücker. Ambas estenderam as boas-vindas e agradeceram a presenças de todos.

Normalmente realizado uma vez ao ano, o Sarau da Casa de Cultura reúne todas as tribos em quatro horas de muito talento, de todas as idades, num desfile inenarrável do celeiro bombinense e da redondeza, pois, são muitos convidados de outras cidades que prestigiaram o acontecimento. Entre eles, os músicos profissionais Carlos Coria de Itajaí e Carlinhos Ribeiro de Porto Belo, também estiveram presentes os alunos da Escola de Música Grinelo Cultural de Itapema, da professora Fabíolle Longhi, e a leveza da dança do ventre da professora Karina Alves e suas alunas, numa coreografia muito aplaudida.

Os alunos da FMC desde os mais jovens com apenas cinco ou seis anos, mostraram o aprendizado e brilharam na tarde e noite frias, no entanto, calorosas, agradáveis e aconchegantes, que levou cerca de 300 pessoas à Casa de Cultura Piana do Crivo. Além dos solos, o Sarau propiciou uma exposição dos alunos das aulas de artes da professora Daniela Rocco, com a participação especial da ilustradora Lila - Marília Dias, a exibição dos alunos de Técnica Vocal e do Coral Infantojuvenil "Encanto", ambos da professora Anna Lehm, do grupo de samba de raiz e choro dos professores João Galhardo e Deivid Marques. Ainda, os professores Maria José Delgado, Vitor Gimenez e Eri Cavalcante cantaram e acompanharam os alunos na bateria, violão e teclado. O Sarau, também, contou com a participação da “Banda do Leopoldo”, formada por alunos e professores da EEB Prefeito Leopoldo José Guerreiro, e da banda “Five Spriteformada por alunos da EEB Maria Rita Flor, num total de 28 atrações artísticas.

O músico Carlinhos Ribeiro acompanhou na percussão a aluna Samantha Coria, e fez questão de falar desse momento ímpar e parabenizar a Fundação de Cultura pelo acontecimento. “Cantar em família não tem preço, fico muito feliz de estar com meu irmão e minha cunhada fazendo um som, queria que a minha irmã também tivesse aqui fazendo esse som, e parabéns pela iniciativa a Fundação de Cultura de Bombinhas, muito massa”. E Samantha, que é aluna de técnica vocal e teclado, e também participa do Projeto Banda Municipal, reitera esse sentimento: "foi emocionante estar em família, poder cantar e tocar que é um desafio duplo para mim, em uma parceria top com meu marido e cunhado, ainda com o pai prestigiando! Só tenho a agradecer a Fundação de Cultura pela oportunidade e parabenizar a organização do evento e todos que participaram!"

Este Sarau teve o diferencial da decoração que foi realizada pela Produtora Cênica e Pesquisadora da Cultura Retrô Wanessa Rosa, que ao final colocou todo mundo pra dançar com uma seleção de músicas dos anos 70, e ainda ensinou quem se arriscou nos famosos “passinhos” daquele tempo. “Foi maravilhoso decorar com meus vinis e encerrar o Sarau esse ano com música e dança anos 70, proporcionando emoção e memória, já que, quando voltamos ao passado, compreendemos melhor quem somos e para onde estamos indo”.