segunda-feira, 15 de outubro de 2018




Artistas, produtores e agentes culturais discutem políticas públicas culturais no 5º Fórum Municipal de Cultura de Bombinhas.

Na terça-feira, 9 de outubro, a Fundação de Cultura realizou na Câmara de Vereadores o 5º Fórum Municipal de Cultura de Bombinhas, com a participação de representantes governamentais e da sociedade civil do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Bombinhas – ComCultura, autoridades municipais e estaduais, e comunidade em geral. O presidente do ComCultura, Jonatan Bardini dos Anjos, e a presidente da Fundação de Cultura Nívea Maria da Silva Bücker, também membro do Conselho Estadual de Cultura, agradeceram a presença dos participantes e ressaltaram a importância da discussão sobre as políticas públicas culturais. O diretor da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Jorge Dolzan, ressaltou o modelo de gestão bombinense: “o poder unido é mais forte, frase que está na Bandeira de vocês. Tudo o que a gente entende de poder público e que deixa acessível a parte do conselho, que propicia munícipes entrarem e debaterem as políticas públicas, é um fortalecimento, e Bombinhas vem sendo exemplo disso”. O gerente de cultura da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Deivison Garcia, enfatizou a participação da sociedade civil: “sem a participação da sociedade civil as políticas públicas de cultura acabam perdendo um pouco o sentido, pois é ela que faz o controle social de tudo aquilo que o poder público planeja e executa”.

Ambos servidores da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte também foram palestritas no encontro, e somaram a eles Mariene de Sena Silva do LabEcoSol – Laboratório de Aprendizagem em Economia Social e Solidária, e Luiz Filipe Goldfeder Reinecke, ambos da Udesc. Jonatan Bardini dos Anjos fez um breve relato sobre as ações do ComCultura. Ainda, foram feitos relatos de experiências pela artesã Alessandra Lacerda, designer Tábata Torres e a Mestra da Cultura Tradicional de Bombinhas Salete Maria Pinheiro Pereira, e relatos sobre o Fundo Municipal de Cultura pelos contemplados Marcos Aurino Pinheiro (2015), Alfredo Coelho e Sandra Baron (ambos de 2017), sendo que os músicos Alfredo Coelho e Gabriel Menin apresentaram algumas peças do espetáculo “Choro Brasileiro” agraciado no Fundo Municipal de Cultura de 2017.

Ao final, a plenária elegeu a cantora Anna Lehm como titular da cadeira de Música do ComCultura e Gilberto Cunha para Audiovisual. Anna fala do desafio de organizar sua setorial e sua expectativa como membro do conselho: “espero representar meus colegas músicos da melhor forma e me posicionar contribuindo no desenvolvimento da cultura na cidade de Bombinhas. Vou participar dos espaços de discussão e propor ações concretas que contribuam e valorizem a produção da economia da cultura”, e com suas palavras resume o propósito de todos os representantes da sociedade civil no ComCultura.
Os representantes suplentes serão indicados, já que não houve manifestações.