segunda-feira, 3 de dezembro de 2018




Alunos do Projeto Oficinas Culturais recebem amigos, familiares e comunidade em geral em dois grandes espetáculos.


Os dois primeiros encerramentos do Projeto Oficinas Culturais da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas, que abriram a reta final das aulas, reuniram na quinta e sexta-feira, 22 e 23 de novembro, mais de 300 pessoas nos dois dias de confraternização e demonstração do conteúdo apreendido durante o ano de 2018.

A Mostra de Dança propiciou no palco com direito a cenário feito especialmente para a ocasião, no auditório Dona Dinha – Alair Maria Stapait, da EEB Maria Rita flor seis atos do ballet clássico ao hip hop, sob a coordenação e coreografias das professoras Jéssica Delgadinho e Tissiani Wolf, e contou com a participação especial do Círculo Dakini. Um momento singular foi a dança livre da turma do Canto Grande, em que as alunas lembraram da Danda, Rosângela Rute Sena, que no ano anterior estava junto a turma no encerramento esbanjando sua alegria, e agora é uma estrela a bailar no palco da eternidade. Josiane Zelita da Silva, da turma de dança livre do Centro, fala da emoção de participar pela primeira vez da Mostra de Dança. “Adorei, deu um frio na barriga, coisa que eu não sentia há tempo!
Foi tudo muito lindo, as crianças estavam lindas também”, Josi, como é conhecida a aluna, ainda ressalta que ficará antenada nas redes sociais na publicação do edital das vagas para o ano de 2019, pois, pretende continuar na oficina.

A professora Jéssica Delgadinho, emocionada, agradeceu a dedicação dos alunos e parabenizou pelo espetáculo realizado. “Se tem uma palavra que pode definir o que eu senti é satisfação, em ver os rostinhos deles brilhando no palco, ansiosos pra saber o que estava por vir, pra dançar, enfim, estou muito satisfeita e orgulhosa”.

E na sexta-feira, 23 de novembro, foi a vez dos alunos de violão, guitarra e percussão ocupar o espaço do auditório Dona Dinha. Coordenados pelos professores Erivaldo Cavalcante, Deivid Marques, Vinícios Reinaldo de Melo e João Galhardo, foi uma apresentação mais perfeita que a outra, todos sincronizados e atentos, esbanjando talento. O clássico momento em que os violões se reúnem para fazer uma canção em conjunto, fez subir ao palco 45 alunos de todas as idades, emocionando os presentes.

Após nove anos de serviços prestados à Fundação de Cultura, o professor Vini, Vinícios Reinaldo de Melo, segue para uma nova etapa de sua vida e se despediu com chave de ouro de seus alunos e colegas: “eu queria que fosse assim, uma festa, com os alunos tocando uma música que eles escolheram, com a participação dos amigos e companheiros de trabalho. Não é um adeus, é um até logo”.


O Show de cordas e percussão contou com a participação especial do baterista Rudi Camilo, do guitarrista Pedro Silva, da cantora Anna Lehm e do grupo de Técnica Vocal Adolescente.