terça-feira, 19 de março de 2019



18 canoas de um pau só coloriram a Praia de Bombinhas no tradicional Festival de Embarcação a  Remo.


No último domingo, 17 de março foi realizado na Praia de Bombinhas, Centro, na cidade de Bombinhas, o 19º Festival de Embarcação a Remo e 14º Festival Estadual de Canoa a Remo de Bombinhas. Esta edição contou com a participação de 18 canoas, sendo duas de Florianópolis: Marinata II da Lagoinha, Francine do Rio Vermelho; uma de Garopa: Gislaine do Siriú; uma de Itapema, a Vitória da Meia Praia, e 12 canoas de Bombinhas: Luar de Prata II, Nativa, Bela Vista e Princesa da Ilha da Praia de Bombinhas,  Saíra, Sinara, Santa Paulina I, Janaína, Faísca e A Padroeira da Praia de Bombas, Ilha Bela da Praia do Mariscal e Ídia, Aventureira, Tetéi e Pequena da Praia da Sepultura.

A grande vitoriosa na categoria quatro remos, pelo segundo ano consecutivo, foi a canoa Sinara, com o patrão Kenko Melo e os remeiros Marcinho dos Santos, Luiz Henrique, Neném e Raul Melo, na segunda colocação ficou a canoa Gislaine com o patrão Adilson Siva, e os remeiros Robson, Sérgio, Antônio e Jailson e na terceira colocação ficou a canoa Ídia, pela primeira vez na competição, com o patrão Canô e os remeiros Gabriel Ventura, Antônio Filho, Vinícius Pinheiro e Elsio Martins. Na categoria dois remos masculina a campeã foi a Pequena, com o patrão Toninho Cruz, e os remeiros Neto Cruz e Gustavo Silva, a segunda colocada foi a canoa Princesa da Ilha com patrão Kenko Melo, e repetindo também os remeiros da primeira colocada nos quatro remos, Luiz Henrique e Márcio Santos. A terceira colocação ficou com a canoa Vitória, estreante na competição, com o patrão Pedro Correia e os remeiros Evandro e Caique.  

Na categoria dois remos feminino a canoa Bela Vista sagrou-se vitoriosa, com a patroa Lúcia Pinheiro e a remeiras Soraia Pinheiro e Grazi Airozo.  A Tetéi ficou na segunda colocação com a patroa Gabriela Melo e as remeiras Caroline Pinheiro e Isabela Camile. A terceira colocação ficou a canoa Aventureira com a patroa Mary Serpa e as remeiras Ale Serpa e Marilândia.
No caíco a dupla campeã foi Jackinho Pinheiro e Jesian Alves, com a embarcação Dona Encrenca, em segundo ficou Peto, com a dupla pai e filho, Toninho Júnior e Antônio Neto. Em terceiro, Maiara II com José Henrique e Alexandre, em quarto lugar o caíco Mestre Li,  com a dupla Jonathan e José Rodolfo. No caiaque adulto o campeão foi Max Júnior e Diogo Marques na segunda colocação, e no infantil em primeiro lugar ficou Gustavo Luiz e em segundo Jean Silva.

Além da beleza protagonizada pela competição entre as embarcações, dois momentos emocionantes marcaram esta edição do festival:  a homenagem ao pescador Li, falecido em janeiro deste ano, feita pelas tripulações das canoas Santa Paulina I e Sinara, e a homenagem prestada ao pescador Nildo, realizada pela Fundação Municipal de Cultura, que teve sua canoa Feliz nas ondas estilhaçada nas pedras, no retorno a Florianópolis após o festival do ano passado.

O prefeito Paulinho – Paulo Henrique Dalago Müller, prestigiou o festival juntamente a deputada estadual Ana Paula da Silva, e representantes do legislativo municipal, alguns deles inclusive participaram da prova. Uma novidade é que a partir da edição de 2019 a premiação foi instituída por lei.

O Festival de Embarcação a Remo é uma realização da Prefeitura de Bombinhas, por meio da Fundação Municipal de Cultura, com o apoio das demais secretarias, e este ano também contou com o apoio do Pedalinhos Alexandre Melo.