quinta-feira, 7 de março de 2019




FMC recebe visita de gestores culturais da região do Alto Vale Itajaí.

Na manhã de sexta-feira, 1º de março, a Fundação Municipal de Cultura recebeu a visita dos gestores culturais das cidades de Ibirama, Taió e Salete, com o objetivo de estreitar laços e conhecer a estrutura local no intuito de aproveitar a experiência em suas cidades. Os três municípios ainda não possuem o arcabouço de uma Fundação de Cultura, mas trabalham com essa intenção, e por esse motivo Gregory Kietzer e Dirceu Leite, diretor de cultura e secretário-executivo do Conselho Municipal de Políticas Culturais respectivamente, da cidade de Ibirama, João Tadeu Correa, secretário de educação, cultura e esporte, Marina Feliciano Peicher, diretora do Museu Municipal Mupah e Cristiana Sandri de Souza, diretora de cultura, os três servidores da cidade de Taió, e a secretária de indústria, comércio e desenvolvimento turístico do município de Salete, Silvana Horamann, foram recebidos pela presidente da FMC, Nívea Maria da Silva Bücker, que relatou aos colegas do Alto Vale Itajaí o cotidiano referente a todos os processos e projetos desempenhados e realizados por uma Fundação.

No dia anterior os gestores de Ibirama estiveram no setor de compras conversando com a servidora Daniela Lopes e na contabilidade com o Giovani Mozer, justamente para elucidar todas as dúvidas referentes aos processos de compras e utilização dos recursos. O diretor de cultura Gregory Kietzer, de Ibirama, ressaltou a gentileza dos encontros propiciados pelos colegas bombinenses e a riqueza dos conhecimentos apreendidos: “estamos estudando o processo de criação da Fundação há algum tempo, mas muitas dúvidas surgiram no decorrer desse procedimento, e foram sanadas em 99% nos encontros de ontem e hoje”.

O secretário de educação, cultura e esporte de Taió também enfatizou a importância da reunião. “Viemos conhecer e receber orientações para a formação em nossa cidade da Fundação de Turismo, Esporte e Cultura, essas informações são bastantes pertinentes para a organização do setor. Foi muito proveitosa a visita e ainda pudemos aproveitar rapidamente as belezas naturais de Bombinhas”, destaca João Tadeu Correa.

Já a gestora de Salete, Silvana Horamann, acentuou a competência em gestão de Bombinhas e o exemplo a ser seguido: “Bombinhas sempre foi pra nós um espelho de gestão de cultura, então viemos buscar novas ideias, novos parceiros, para levar esta realidade bem-sucedida a nossa cidade. Fomos muito bem recebidos e queremos retribuir as gentilezas”.