terça-feira, 30 de abril de 2019




Bombinhas inaugura sua segunda Casa de Cultura, desta vez no bairro Centro, e a comunidade ganha mais um espaço de vivências e aprendizado.


Acontece na próxima segunda-feira, dia 6 de maio, às 9 horas, a inauguração da Casa de Cultura “Dona Tila”, localizada à rua Parati, 203, Centro, local onde funcionava o CEI Débora Santana. O único prédio tombado pelo patrimônio histórico local passa a abrigar a sede administrativa da Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas, as aulas do Projeto Oficinas Culturais disponibilizadas para o bairro do Centro, a sede do Grupo da Terceira Idade do Bairro Centro e também, às terças-feiras, o Clube de Mães de Bombinhas passa a utilizar o local para seus encontros. E recebe o nome da matriarca da família Cruz.

A Fundação Municipal de Cultura de Bombinhas convida os familiares de Dona Tila, alunos, autoridades e comunidade em geral para participar deste importante momento para a cultura bombinense.


Dona Tila

A personalidade bombinense que nomeia à Casa de Cultura, a benzedeira dona Otília Maria Júlia Cruz, conhecida por todos como “Mãe Tila”, “Sinhá Tila” ou “Dona Tila”, nasceu no tronco familiar Mafra e é a matriarca da grande família Cruz, a qual formou juntamente ao esposo José Tomé da Cruz. Dedicou sua vida inteira aos benzimentos, ajudando as pessoas sem importar horário, e tornou-se, de fato, uma mãe generosa que acolheu como sendo seus inúmeros filhos bombinenses, e mesmo de outras localidades que a procuravam para benzer. Os turistas quando descobriam que se tratava de uma benzedeira não perdiam a oportunidade de receber sua bênção e orações.

Era comum nas manhãs das Sextas-feiras Santa, dona Tila, como parte de seu ritual matinal de benzimento, molhar as pernas na água do mar no intento de purificação. Depois disso era uma infinidade de pessoas para atender durante todo o dia, a ponto de nem parar para fazer as refeições. A senhora não deixou herdeiros na arte de benzer, faleceu em 26 de agosto de 1997.

Sua sabedoria rompeu as fronteiras bombinenses e a filha da península é uma das maiores balaustras dos troncos familiares tradicionais, ainda hoje, lembrada com muito respeito e admiração. Seus saberes e fazeres, a arte de ter sempre uma receita de chá para confortar, foram muito importantes para a comunidade numa época em que os recursos médicos eram parcos.

O quê: Inauguração da Casa de Cultura “Dona Tila”
Quando: Segunda-feira, dia 6 de maio, às 9 horas
Onde: Rua Parati, 203, Centro, local onde funcionava o CEI Débora Santana.
Realização: Prefeitura de Bombinhas, através da Fundação Municipal de Cultura
Informações: (47) 3264-7478, cultura@bombinhas.sc.gov.br