sexta-feira, 4 de outubro de 2019




Encontro de salvaguarda do patrimônio cultural proporciona vivência transgeracional no Engenho do Miminho.


Na tarde desta quinta-feira, 3 de outubro, foi realizada a penúltima Tarde do Beijú de 2019 no Espaço Cultural Engenho do Miminho, no bairro José Amândio. O encontro de salvaguarda do patrimônio imaterial bombinense contou com a presença dos alunos do programa Escola do Mar, coordenado pela professora Silvana Leone, de integrantes do Grupo Alegria de Porto Belo e visitantes que se achegaram ao local por meio da Casa do Turista, e a sempre presente e atuante comunidade local.

Os presentes puderam saborear o prato típico e os alunos da Escola do Mar, num total de 15 participantes, também aprenderam o feitio dessa arte culinária. Luiz Fernando Camargo tem 14 anos, é morador do bairro de Zimbros e estuda no Ceit Leonel de Moura Brizola como os demais colegas. Ele fala da importância dessa tarde para o seu aprendizado: “é uma experiência muito boa poder ver a nossa cultura atuante, viva até os dias de hoje. Espero que meus filhos, netos, também possam vivenciar momentos como esse”. Além da gastronomia os alunos conheceram a história do Espaço Cultural Engenho do Miminho.

Ao final o resultado extremamente positivo, como sempre, trouxe a certeza aos participantes que a tarde regada a conhecimento e boa conversa propiciou troca de experiências singulares com a diversidade de gerações presente.

A Tarde do Beijú é um acontecimento de manutenção da cultura tradicional que alia gastronomia, história e memória, acontece na primeira quinta-feira dos meses de abril a novembro, portanto, a próxima, no dia 7, será a última edição de 2019.