Trata-se de um encontro onde a comunidade tradicional revive a prática de fazer beijú, promovendo a manutenção da cultura local.

O evento acontece no Museu Comunitário Engenho do Sertão, em parceria com o Instituto Boimamão, nas primeiras quintas-feiras de cada mês.


O cheiro da massa resultante da mandioca raspada e prensada, exala seu cheiro convidativo ao assar no forno de cobre. Reúne a comunidade, visitantes, estudantes e pensadores da Cultura, para uma conversa gostosa e a degustação do beijú, que é um prato típico da gastronomia local.

A lida nos engenhos de farinha de mandioca é uma forte característica na identidade cultural bombinense e, por isto, o encontro é muito aguardado e prestigiado.


Para participar não precisa fazer inscrição, basta comparecer.